08
Ago 10

Bem, como foi mencionado no post anterior, eu fiquei TOTALMENTE doida pelo programa ali em cima, no titulo. No entanto, não foi apenas aqui a Vizinha que ficou viciada neste útil programa, a vizinha mais 'piquena', minha sobrinha, também adorou o SketchBook, razão pela qual vos venho aqui falar

 

Eu podia muito bem mostrar aqui os meus trabalhos mas não me quero andar por aí a gabar (até porque não há assim tanto por gabar), mas prefiro mostrar antes os trabalhos da minha sobrinha (que tem APENAS 14 anos), que são de facto, fantásticos.

 

O primeiro trabalho dela (feito inteiramente por ela, desde o principio) foi este desenho da cantora Lady GaGa:

 

 

(Para ver como deve ser, e não nesta miniatura, carregue na imagem, caro vizinho)

 

 

E o último trabalho (tem um extenso currículo, com dois trabalhos ao todo, da sua autoria), foi a cantora Katy Perry, para a melhor amiga da minha sobrinha:

 

 

(Novamente, para ver maior, basta carregar na imagem)

 

 

É claro que a minha sobrinha se baseou em imagens reais destas duas artistas, usando, no caso da Lady GaGa, a capa do seu album "The Fame"

 

 

A principio ela tinha-o feito mesmo assim, com parte da cara no escuro, mas estava meio creepy, então ela alterou-o

 

 

Despeço-me assim dos vizinhos, visto que estou a pagar cada segundo que passo neste computador (estou actualmente em Castelo Branco, e como não trouxe a minha banda larga, tive de vir aqui a uma sala interactiva, com computadores e tal... Viva o luxo -.-)

 

 

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 11:33

04
Ago 10

 

Desde que o iPhone saiu, que tenho de admitir que nunca tive o mínimo interesse em possuir tal coisa, nunca mesmo.

 

Nunca senti a falta das suas aplicações, de nada.

 

Mas...

 

No outro dia, ofereceram-me um -OBRIGADA, PAAAAAAAAAI ! (O meu pai é todo tecnologias, então está sempre a pôr me a par das mesmas, dando-me IMENSOS telemóveis) - e, tenho de admitir que, agora, não me imagino sem o iPhone.

 

Pode-se dizer que a minha alma foi recolhida por este delicado aparelho (bem, nem por isso, visto que foi comprado na versão mais machona, todo preto, e com uma capa preta. Mais uma vez, obrigada, pai. Mas desta vez foi um agradecimento irónico. Desculpa, pai.)

 

Epá, é que é simplesmente tão útil e tão inútil ao mesmo tempo, por exemplo, a aplicação iDrag:

 

 

Para que é que eu preciso de uma aplicação para desenrolar um rolo de papel higiénico? Para nada, não é. No entanto, tenho de o ter, e não me sinto totalmente feliz sem o mesmo, é tão querido e interessante... Ver o rolo... A desenrolar... E desenrolar... (E no outro dia bati o meu recorde de 12 segundos, com 10,4 segundos )...

 

Mas, o que realmente me fez render aos encantos do iPhone foi mesmo... O SketchBook:

 

 

Nunca uma aplicação me deixou com tanta vontade de desenhar.

 

Eu sempre gostei muito de fazer desenhos e isso tudo, mas ultimamente andei meio desanimada, mas quando experimentei este programa, todas as minhas veias artísticas começaram a saltar, que nem ratos de circo (ainda há circos com ratos? Há uns tempos vi uma reportagem sobre isso, e também apareceram uns no filme da Coraline, se não me engano - Filme excelente, btw, para crianças mas bem interessante).

 

Enfim, se algum vizinho também tem o iPhone, e gosta de desenhar, aconselho vivamente a aquisição desta aplicação (e a versão para computador também, da qual eu irei falar mais tarde), nem que seja a versão lite que, apesar de não ter todos os tipos de pincéis, é muito boa à mesma. Digo isto de experiência, visto que só depois de experimentar a versão Lite é que comprei a completa.

 

Bem, eu podia falar muito mais do iPhone, mas acho que já toda a gente sabe sobre as coisas básicas do mesmo, por isso decidi só partilhar as coisas que me salientaram no iPhone, de modo a não chatear ninguém por aqui

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 12:40

03
Ago 10

Olá vizinhos, venho por este meio explicar a razão do meu desaparecimento (de novo)

 

Quando aqui a vizinha era mais nova, teve uma grave infecção nos rins, de nome Pielonefrite, causada pela bactéria Escherichia coli.

 

Foi bastante grave, e (pelo que me contam, visto que eu mal me lembro do sucedido) quase não sobrevivi, mas, graças a muitos cuidados e à competência dos médicos que me ajudaram (admito que muitas vezes o serviço é incompetente, como na equipa de médicos que acompanhou o meu avô - talvez um dia fale dessa história - mas também há casos em que são extremamente competentes, como neste meu caso) consegui melhorar, e retomar a minha vida.

 

Há uns dias, fui fazer um exame para ver se estava tudo normal, e para identificar o meu grupo sanguíneo (foi hilariante, mais tarde falarei disso) e, quando saíram os resultados, deu positivo para a bactéria Escherichia coli, a minha "amiga" ali de cima (pelo menos foi o que me disseram que dizia, visto que os resultados me foram lidos devido à minha burrice no que toca a resultados).

 

Fui logo à minha médica, para me dar os antibióticos necessários para a infecção, já os tomei todos (acabaram mesmo hoje de manhã) e tenho andado a descansar bastante. Daqui a cerca de duas semanas vou fazer um exame, para saber se estou livre de Pielonefrite, ou não (era para ser daqui a 5 dias, só que eu vou para Castelo Branco quinta-feira).

 

Foi devido a isto, e a uma tremenda dor de cabeça que me ausentei, e peço desculpa, o funcionamento do blog será retomado, com posts todos os dias, ou dia-sim, dia-não.

 

 

 

Até já, vizinhos

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 15:08

08
Jul 10

Caro/a vizinho/a, sente-se bem consigo mesmo/a?

 

 

Está feliz com a sua inteligência, e acha que até tem uma grande quantidade de massa cinzenta?

 

 

Pois bem, aqui a Vizinha sabe exactamente do que precisa !

 

Uma grande pancada na auto-confiança, por parte do fantástico:

 

 

The Impossible Quiz !

 

 

 

 

 

 

The Impossible Quiz, apesar da parte "impossible" no titulo, é totalmente possivel MAS é profundamente dificil. É aquele tipo de jogo que, apesar do ar alegre (como se pode ver em cima) e infantil, e das perguntas igualmente infantis, nos atira com um grande Ena-que-és-burro na cara, e deixa a marca para sempre.

 

 

Garanto que vai ficar bastante viciado, até acabar o quiz (ui, que duvido) ou (como eu) até ficar totalmente irritado com o computador, a ponto de o querer espancar.

 

 

Ajudo já os vizinhos, dizendo que este "Jogo" (se é que se pode chamar jogo), nas perguntas que não fazem o minimo sentido, é muito provável que haja um trocadilho, ou um jogo de palavras. E, noutras perguntas, muitas vezes a resposta nao está localizada nas quatro opcoes de resposta, podendo estar até no numero da pergunta (ALERTA SPOILER, ALERTA SPOILER). Por fim, MUITO CUIDADO com os mini-jogos, isso é o que lixa mais uma pessoa. O tempo para os realizar é muito curto e, NENHUMA PERGUNTA traz instrucções, pelo que no tempo dado para o mini-jogo (normalmente 5 segundos) tem de o perceber e realizar.

 

Tem 3 vidas no jogo, não acumula vidas (apesar de acumular botões para passar à frente perguntas) e, por cada resposta errada perde uma vida, e não passa de pergunta até acertar na resposta. Nos mini-jogos, basta errar uma vez, para GAME OVER (Gah -.-)

 

Os vizinhos mais batoteiros, sempre podem procurar as respostas na net, há por todo o lado mas, nem isso os vai safar, os mini-jogos não o permitirão.

 

 

 

 

Aqui a vizinha ficou-se pela pergunta 91 () porque já estava farta, e não tinha paciencia para fazer tudo de novo (aaaaah poooois, quando se perde, tem de se fazer tudo de novo, isto se se quiser ganhar o jogo). Por isso, boa sorte, jogue, jogue, jogue, e diga-me em que nivel ficou (SEM batotas) :D

 

 

 

 

 

PS: Também há o The Impossible Quiz 2, mas vamos com calminha, ok?

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 20:36

05
Jul 10

(Devido aos caros senhores que me disseram que os meus posts são complicados de perceber, para facilitar a compreensão deste post, ele vai ser ilustrado com imagens e as letras vão estar tamanho familiar )

 

 

 

 

 

 

Há uns tempos aconteceu-me a coisa mais estranha no FeiraNova

 

Como eu compro quase a loja toda, eu levo sempre um dos carrinhos de supermercado grandes.

 

 

Então, lá estava eu, a fazer compras com o meu carrito gratuitamente alugado, quando me lembro de ir comprar atum.

tunacan.jpg image by weirdscience_photos
(Agora a menina lá de casa viciou em sandes de atum)

 

Devido à minha preguiça (e um fisico não muito musculado), resolvi deixar o fabuloso carrinho para traz para não ter de esforçar os meus bracitos.

Pronto, após escolher o atum mais caro que encontrei (a menina é muito exigente), voltei para o sitio onde tinha o meu carro.

Bem, era o único carro vazio à vista por isso, lá o agarrei.

Ora, quando vou devolver o carro para retirar a minha moedinha FeiraNova, o que é que encontro no lugar dela?



Uma moeda de um euro




Observemos bem isto:

-Eu tinha uma moeda de plástico, branquinha, do FeiraNova.

-Meti-a no meu carrinho de supermercado.

-Deixei o carro durante um tempo.

-Encontrei o carrinho vazio e segui com a minha vidinha

-Quando o fui devolver, a minha moeda branquinha passou a ser uma douradinha de um euro.




Começo a ponderar seriamente tornar isto de abandonar carrinhos num hábito...

 

 

 

 


 

 

 

 

(A minha moeda era igualzinha a esta. Só que a minha tinha umas mãos muito mais sensuais, e tinha escrito "FEIRANOVA 50 CENT" na cara)

 

 

 


PS: Ai, as saudades que eu tenho do FeiraNova do fofinho do Retail Park

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 14:43

03
Jul 10

Boa tarde, vizinhos :D

 

Nem imaginam o quanto me está a custar escrever este post... Sei que tenho andado bastante bastante bastante bastante ausente e lamento imenso isso.

 

Gostaria de poder dar uma razão totalmente aceitável para tal, de modo a que os vizinhos dissessem "Ena, ena, sim, senhor! A vizinha foi-se, mas foi porque teve mesmo de ser, afinal já não me apetece espancá-la." mas, infelizmente, não tenho tal razão.

 

O que me fez desaparecer durante tanto tempo, foram mesmo várias razões pessoais, algumas fraquinhas, outras muito fortes. Como isto não são As Tardes da Julia, não vou massar ("maçar"? Nunca sei) os vizinhos, a explicar as minhas razões.

 

Por isso, deixo-vos com UM GRANDE PEDIDO DE DESCULPAS

 

 

Agora vou me dedicar a responder a todos os comentários que me foram feitos (todos mesmo, para compensar) e, devo dizer que, já li alguns e... custa... Custa mesmo muito, tenho comentários tão antigos e eu sei que a culpa é minha, tenho total noção disso mesmo :\

 

 

 

Que mais posso dizer? É bom estar de volta

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 14:51

25
Out 09

 

 

 

 

 

Ultimamente tenho andado bastante viciada em videos do Youtube.

 

É que é uma coisa espectacular, há videos TÃO incriveis no youtube. Alguns grandes, outros miniatura, mas conseguem ser uma forma tão hiper-mega-ri-fixe de entertenimento

 

 

O video que vos deixo aqui, cara vizinhança, é um delicioso video que mostra o sucesso de quatro acordes, que funcionam em todos os, a maioria, alguns sucessos pop (mas são muitos).

 

Isto vai dar um jeitão....

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 18:52

22
Out 09

 

Só para verem o quão mesquinha eu sou, deixo a conversa de há pouco, que tive com a minha sobrinha:

 

 

Sobrinha chatinha cujo nome é igual ao meu, mas infelizmente ela é adolescente- Às vezes sinto que não se pode viver contigo.

 

 

 

Moi- Vá, qual foi a coisinha indispensável na tua vida adolescente que eu estraguei desta vez?

 

 

 

Sobrinha chatinha cujo nome é igual ao meu, mas infelizmente ela é adolescente- Nada. Tipo, às vezes parece que gostas de complicar. É assim: Tu disseste para eu ajudar a limpar, por isso eu fui buscar o pano e o spray de limpar. Mas, quando fui à procura de algo para limpar, vi que já tinhas limpado tudo.

 

 

 

Moi- Chamei-te durante uma hora para vires limpar. Já nem tinha a certeza se estavas em casa ou se tinhas saltado pela janela.

 

 

 

Sobrinha chatinha cujo nome é igual ao meu, mas infelizmente ela é adolescente-Saltar? Do 10º andar? Absolutamente. Mas pronto, como já tinhas limpado tudo, eu tive de agarrar nos materiais de limpeza e arrumá-los DE NOVO. Só queres dar trabalho.

 

 

 

Moi- Sim, peço desculpa. Eu errei realmente. Espero que alguma vez consigas procurar no teu coração uma maneira de me desculpares pelo facto de ter limpo a casa toda, fazendo-te ir à cozinha, que por acaso é ao lado do teu quarto, buscar utensilios em vão. Para a próxima deixarei a casa toda javarga, e não mexerei um dedo, para limpares tudo, de modo a não fazeres nada em vão.

 

 

 

Sobrinha chatinha cujo nome é igual ao meu, mas infelizmente ela é adolescente- É só isso que peço.

 

 

 

 

 

 

 

(Pois, a minha sobrinha não é das pessoas mais inteligentes do mundo. Mas eu gosto dela assim. É melhor do que cuidar de uma chica-esperta.)

 

 

 

 

PS: A minha sobrinha trata-me por "tu" porque EU autorizo! Caso alguém estivesse a achar estranho...

 

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 22:19

20
Out 09

 

Oh, olá, olá.

 

Saudades? Calculei que não.

 

Bem, vamos a uma listinha muito fofinha e cheirozinha, sobre a minha ausência.

 

Cá vai:

 

 

As 3 razões de... coise... não vou voltar a repetir do que são as razões

 

 

 

1ª Razão-A Internet está hospitalizada: Foi num belo dia de chuva que eu, bastante perspicaz, resolvi ligar para os moços da Zon, a pedir para artilharem o meu computador com a Zon Fibra.

 

 

Sim, muçoilos bastante simpáticos, refilaram com o facto do meu computador estar sobrecarregado (mas pronto isso é algo a que estou disposta a perdoar), instalaram a fibra e lá se foram. Quando fui à net, reparei que esta se encontrava a uma espectacular velocidade de 2,6 megabytes.

 

E pensei "Ena, pago para ter 50 megas e tenho 2,6. Epá, que supimpa!"

 

Mas, como era o primeiro dia, não liguei e continuei com a minha vida.

 

Depois, foram passando semanas, e semanas, e semanas... E eu fartei-me de lhes ligar. Mandaram mais moços técnicos e esses também não arranjaram.

 

Agora, a internet anda por volta dos 8...9 mb, ou, nos meus dias mais afortunados, consigo uns deslumbrantes 12 MB

 

Em breve virá cá um Moço-Super-Técnico-Profissional. Vamos ver se a Internet sai do coma com este.

 

 

 

 

2ª Razão- Sinceramente, também não andava com muita inspiração: Epá, inspiração não é algo que eu tenha com muita frequência e, quando tenho (SE tenho), se não a anotar na mão, é uma questão de segundos até desaparecer. Portanto, aproveitei esse tempinho sem Internet para anotar certas ideias.

 

 

 

 

3ª Razão-Não há mais razões

 

 

 

 

 

 

E foi isto. Prazer em estar de volta (pela milésima vez)

 

 

 

 

PS: Mais alguém está tão satisfeita com a Zon como eu?

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 21:24

15
Set 09

 

 

A Manuela Ferreira Leite disse há pouco no jornal que vai "surpreender os Gatos".


Desde que não seja como a Maya nos surpreendeu (ou assustou) há uns tempitos, sou toda olhos

publicado por Podem tratar-me por vizinha... às 21:09

"-Epá, se não fosse pelos bonecos no cabeçalho, eu nunca passava por esta espelunca!"

mais sobre mim
Caixa de correio...
e-mail
Toca a enviar Méles à Vizinha!
pesquisar neste blog
 
Posts mais comentados
subscrever feeds